logohomebianchessi

Mamografia Digital

O que é Mamografia Digital?

A tecnologia da mamografia digital vem inovar o diagnóstico das alterações mamárias, sendo o método de escolha para rastreamento de lesões malignas da mama.

Com isso, o diagnóstico do câncer é cada vez mais precoce, permitindo preservação da glândula mamária e resultados cirúrgicos mais satisfatórios, tanto do ponto de vista curativo, quanto estético.

Tipos de Exames que realizamos

  • Mamografia Digital
  • Marcação pré QT neoadjuvante
  • Agulhamento
  • Biópsia de fragmento

Como se preparar para realizar seu exame

ANTES DO(S) EXAME(S):

Separar e organizar exames anteriores como mamografia, ultrassonografias, ressonâncias magnéticas, mesmo que não sejam recentes.

NO DIA DO(S) EXAME(S) NÃO SE ESQUEÇA DE TRAZER:

  • Carteirinha do convênio atualizada para conveniados;
  • Documento com foto;
  • Exames anteriores.

INSTRUÇÕES ESPECIAIS E RESTRIÇÕES :

  • No dia do exame não passar creme ou óleo na região das mamas;
  • Medicamentos de uso diário devem ser tomados normalmente;
  • Chegar com 15 minutos de antecedência.

Dúvidas frequentes sobre Mamografia

Veja informações sobre os exames que realizamos e saiba o que é necessário para se preparar para a realização do seu exame

A mamografia deve ser realizada anualmente a partir dos 40 anos. Para mulheres mais jovens, o exame está indicado nos casos de pacientes de alto risco para câncer de mama ou com alguma queixa clínica/sintoma.

A maioria das mulheres não sente dor ao realizar a mamografia.

Para uma boa qualidade do exame, é necessário que a mama seja comprimida (*apertada*). No caso de pacientes com mamas mais sensíveis e que possuam ciclos menstruais, recomendamos que realizem seu exame logo após a menstruação, neste período a mama é menos dolorida e o exame será mais confortável.

Não. A mamografia é um exame para detecção precoce do câncer de mama e, em alguns casos, de lesões precursoras do câncer de mama. Ou seja, ela é capaz de identificar lesões pequenas que levariam anos para serem diagnosticadas através da palpação. Com este diagnóstico precoce, aumentam muito as chances de cura do câncer de mama. No entanto, a mamografia não previne o aparecimento do câncer.

A mamografia detecta a grande maioria dos cânceres de mama, diminuindo sua mortalidade, fato comprovado através de trabalhos científicos. No entanto, existe mamografia falso negativa (o câncer está na mama porém, não é visibilizado pela mamografia), devido a fatores que incluem densidade mamária e tipos mais raros de câncer de mama.

Estudos não demonstram aumento da sensibilidade da mamografia digital em relação à convencional para a população em geral. Porém, apresenta melhor desempenho nos casos de mamas densas e em pacientes mais jovens. Somado a isso, o sistema digital possui recursos que facilitam a leitura do exame pelos especialistas.

A compressão das mamas é a mesma no sistema digital e no convencional., sendo necessária para a boa qualidade do exame.

Não. A ultrassonografia das mamas é um exame complementar à mamografia. A ultrassonografia mamária não detecta microcalcificações (um dos sinais precoces de câncer de mama). A mamografia é o método que comprovadamente (pelos trabalhos científicos) reduz a mortalidade por câncer de mama.

O primeiro passo é procurara seu ginecologista. Como especialista ele poderá realizar o exame clínico e indicar a melhor conduta.

Em termos populacionais não há incidência significativa de câncer de mama nesta faixa etária para que se recomende exame de rotina, com exceção do auto-exame que deve ser realizado mensalmente logo após a menstruação. Somado a isso, não há evidência científica de redução da mortalidade pelo exame mamográfico em pacientes mais jovens.

São consideradas mulheres de alto risco:

  • Parentesco de 1º grau com câncer de mama (mãe, pai, irmã ou filha);
  • Diagnóstico prévio de lesão pré-neoplásica da mama por biópsia;
  • Pacientes já tratadas por câncer de mama.

Não. A maioria das mulheres com diagnóstico de câncer de mama não tem história familiar. Apenas cerca de 5% dos casos de câncer de mama estão relacionados a alterações genéticas. Portanto, a falta de história familiar não dispensa a necessidade dos exames anuais.

Não. Apesar da mamografia ser um método diagnóstico que utiliza radiação, a dosagem é extremamente baixa (bastante inferior a utilizada para uma radiografia do tórax).

A prótese de silicone não contra-indica a realização da mamografia. Mulheres com prótese mamária devem fazer sua mamografia anulamente sem receio de danificá-las. Nestes casos faz-se incidências especiais para melhor visibilização do tecido mamário.

Venha fazer seus exames conosco

Localizada na Avenida Francisco Glicério, 1900, próximo à Maternidade de Campinas, aqui na Clínica Bianchessi temos ESTACIONAMENTO NO SUBSOLO para sua comodidade

Agendamento pelo WhatsApp

Agendamento pelo Telefone

Horário de atendimento

De Segunda à Sexta

06:45 – 17:30